A agressiva CombiChrist
16/01/2022 21:21 em Blog da Lana Insana

Quem ouve o meu programa (DekaDance - 9h, aqui na Soturna Sintonia Webradio) já deve ter se esbarrado no som de CombiChrist. Essa banda americana de aggrotech/metal industrial foi formada em 2003 pelo vocalista Andy LaPlegua, um músico norueguês incansável, que também formou as bandas Icon of Coil, Panzer AG, Scandy e Scandinavian.

Para o CombiChrist, música é sinônimo de confusão e volume; quanto mais alto e mais agressivo, melhor. Sua música é eletrônica, e tem a característica de ser arrebatadora e cheia de adrenalina. Também surgem no som deles umas guitarras bem altas e baterias bem pesadas. Tudo em aspectos sombrios e muita raiva.

O álbum “We Love You” é um dos meus preferidos. LaPlegua criou várias faixas que contam a história de uma sociedade futurística controlada por robôs, e aos poucos ele vai preparando o ouvinte para 13 faixas bastante agressivas,  e dá pra perceber um baixo pesado eletrônico no fundo. Esse álbum tem até um violento punk metal com a faixa “Love Is A Razorblade”, de tirar o fôlego!

Um ponto polêmico do LaPlegua (e isso ele deixa explícito em muitas músicas) é a sua posição sobre o uso de armas. Ele apoia o direito de ter armas e acredita na liberdade pessoal.

No final de 2012 LaPlegua foi contratado para fazer a trilha sonora do videogame da CapCom: “Devil May Cry”, resultando em mais de 20 faixas, muitas das quais apareceram na trilha sonora “No Redemption”. Foi uma trilha bastante metal, resultando num álbum com reações mistas de fãs e críticos, mas alcançando grande sucesso. Ampliando ainda mais seu escopo musical, no final de 2013 a banda se apresentou com uma orquestra sinfônica em Leipzig, como parte do Festival Gothik Meets Klassic.

Uma das realizações mais recentes da banda e de grande impacto foi um vídeo inspirado em David Lynch, que fez nascer a faixa “Understand”. Sobre esse trabalho LaPlegua declarou: “Este pode ser o vídeo musical mais importante que já fiz. Estou abordando temas e sentimentos pessoais que até hoje mantive ocultos. Ansiedade, medo, o desconhecido e como eles afetam a vida das pessoas, a minha vida. Este é o terceiro vídeo que faço com o diretor Jason Alacrity, e sua capacidade de traduzir esses impulsos selvagens e ideias diferentes foi um grande desafio. Mas ele e o elenco realmente fizeram um trabalho incrível fazendo a música ganhar vida de uma forma ainda mais intensa. ‘Entender’ (Understand) não é apenas saber, é aprender.”.

O vídeo está aí embaixo, mas é preciso ver até o final, pra entender! (rsrs).

Os principais álbuns do CombiChrist são:

  • Today We Are All Demons (2009)
  • Heat EP - All Pain Is Beat (2009)
  • Scarred (2010)
  • Never Surrender (2010)
  • Making Monsters (2010)
  • Throat Full of Glass (2011)
  • No Redemption (Official DMC Devil May Cry Soundtrack) (2012)
  • We Love You (2014)
  • This Is Where Death Begins (2016)
  • One Fire (2019)

Post escrito por: Lana Insana.

 

E esta semana tem COMBICHRIST no meu programa!

Confere aí o flyer:

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!

Conheça nossa editora: